430 milhões de reais para combater a epidemia do crack

Marcia Barsiti, do MS, explica plano de combate ao crack

O governo lançou nesta quinta-feira (20) o “Plano Integrado para Enfrentamento do Crack” que prevê investimentos para treinamento de equipes de saúde, tratamento a usuários, pesquisa e combate ao tráfico. Serão investidos R$ 430 milhões este ano para a implementação das propostas.

“O plano vai envolver treinamento de profissionais na rede pública de saúde e assistência social para atender os usuários e a família. Permitirá a prevenção e o tratamento de usuários e a reinserção social. Além disso, contempla ações de caráter estruturante com estudo aprofundado e em conjunto com universidades e centros de pesquisa sobre os efeitos do uso da droga e seus efeitos econômicos”, explicou o presidente, durante discurso de encerramento da 13ª Marcha dos Prefeitos, realizada em Brasília.

Um dos eixos do plano é a ampliação do número de leitos destinados a usuários nos hospitais, com a meta de passar dos atuais 2,5 mil para 5 mil até o fim de 2010. O Ministério da Saúde afirma que investirá R$ 180 milhões por ano no custeio desses leitos especializados.

Ainda na área de saúde, a proposta é ampliar o projeto Consultórios de Rua, criado no final do ano passado. Nele, equipes com profissionais de diferentes áreas, como assistência social, saúde mental e enfermeiros vão até os locais onde os usuários de drogas se reúnem, para oferecer cuidados básicos e dar orientações sobre tratamentos.

O plano de combate ao crack e outras drogas é um projeto interministerial, que envolve as pastas da Saúde, Educação, Justiça, Casa Civil e o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

One thought on “430 milhões de reais para combater a epidemia do crack

  1. elisabel says:

    Espero que desta vez o Governo leve a sério o consumo de crack no Brasil e faça mais do que simples campanhas, mas abra os CAPs com atendimento àqueles que precisam….

Comments are closed.