Novos médicos contratados, não desistam!

O Governo do Distrito Federal anunciou na última segunda-feira, a contratação de 592 novos médicos para os hospitais da rede pública. Uma decisão política importante para um governador que chegou ontem ao Governo com idéia de marcar terreno. Qualquer um que fizer bem pela saúde e pela educação certamente ganhará pontos importantes, seja para alçar vôos próprios, seja para garantir seu apoio.

592 é um número expressivo, mas a experiência mostra que, desse total, apenas metade se mantém em seus postos de trabalho. A outra metade pede demissão antes mesmo do fim do estágio probatório.E não é o salário que mantém os médicos afastados dos hospitais públicos. Os novos contratados vão ganhar acima de R$ 7 mil (para 20 horas) e de R$ 14 mil (para 40 horas). São as más condições de trabalho.

Mostramos recentemente no Blog Médicos na Mídia, que falta o básico, como fios de sutura, no maior hospital de Brasília, o Hospital de Base. Para quem não sabe o Hospital de Base, é do Sistema Único de Saúde (SUS), formou grandes cardiologistas, cirurgiões, nefrologistas e ainda é referência em muitas especialidades. Pois é nesse hospital que faltam equipamentos e medicamentos básicos, onde os oftalmologistas levam seu próprio kit para trabalhar. (Veja entrevista feita com o secretário de saúde no Blog).

Não quero aqui ser pessimista, quero apenas lembrar ao novo governador Rogério Rosso (cheio de intenção), que é preciso mais do que profissionais para salvar a saúde do DF, é preciso investimentos profundos, autonomia financeira e acima de tudo vontade política.

Vamos torcer para que os novos médicos  contratados, a maioria novos mesmo, (em especial os 90 anestesistas) que não desistam, que insistam, persistam e se orgulhem depois de dizer que fizeram parte da história do Hospital de Base, hoje comemorando 49 anos de fundação.

 Elisabel Ferriche

One thought on “Novos médicos contratados, não desistam!

  1. admin says:

    muito interessante, gostei.

Comments are closed.