População com plano de saúde fica estagnada

A fatia de brasileiros com planos de saúde cresceu um ponto percentual de 1998 a 2008, apesar da expansão da economia do país.

A população com plano era de 25% em 2008 ante 24% em 1998, segundo estudos preliminares do Centro de Políticas Públicas do Insper, baseado na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE.
“É surpreendente que não tenha aumentado o número de pessoas com plano, pois a renda familiar cresceu muito nos últimos anos. Ainda estudamos os fatores que possam explicar isso”, afirma Naércio Menezes, coordenador do centro e professor do Insper e da USP.

A estagnação é creditada ao custo do serviço, em alta desde a criação da ANS, em 2000. “O rol de procedimentos mínimos [da agência] encarece os planos. Nem todos podem pagar”, diz Arlindo de Almeida, presidente da Abramge (associação de medicina de grupo, com 260 operadoras de saúde).
“Em números absolutos o setor cresce, mas não espanta que seja relativamente pouco, pois segue o nível de renda do emprego formal”, diz Solange Beatriz Mendes, diretora-executiva da Fenasaúde, de operadoras e seguradoras de saúde.

A ANS, porém, aponta aumento de 30% nos planos privados de 2000 a 2009, alta que as associações creditam, em grande parte, à atualização de cadastros.

A diferença das medições ocorre porque a Pnad não separa planos públicos e privados e não exclui os odontológicos, entre outros fatores, segundo a agência.

A melhora do sistema público de saúde e o envelhecimento da população podem ter contribuído para a estagnação, segundo Mônica Viegas, da UFMG. “A alta da massa salarial pode não ter sido suficiente para aumentar o acesso à saúde.”

Fonte: Folha de São Paulo

2 thoughts on “População com plano de saúde fica estagnada

  1. ulysses says:

    O artigo foca justamente o verídico- o % de usuarios de planos em relação á popuadentrar a esse mercado!!lação não cresce em rítmo importante. Hoje, na realidade as operadoras vivem de conseguir tirar clientes da concorrente. Trata-se de remanejamento e não novas vendas. Grande culpa deve-se à propria legislação(ANS), a qual motivou a saída de quase todas as grandes operadoras dos planos individuais. Há de se mudar o sistema de planos, para dar oportunidades às classes C,D e E de

  2. lucia says:

    Prezado Ulysses,
    suas considerações foram excelentes e mostram que precisamos ficar cada vez mais atentos à questão dos planos de saúde. Obrigada por acessar medicosnamidia.
    Abraços
    Lucia Fernandes

Comments are closed.