Programa de Tratamento de Tabagismo para Médicos em hospitais

A Comissão de Combate ao Tabagismo da AMB, em parceria com os laboratórios Johnson & Johnson, Eurofarma, Pfizer e Glaxo Smith Kline, formatou e implantou nos principais hospitais de cinco capitais brasileiras a primeira fase do Programa de Tratamento de Tabagismo para Médicos.

Com o mote “Sua saúde e qualidade de vida precisam ser preservadas. Seja um exemplo para você mesmo!”, o programa tem o intuito de sensibilizar os médicos fumantes que trabalham ou não nestes hospitais selecionados a que procurem os centros de referência já presentes nas instituições para tratar o problema.
“O programa foi totalmente aprovado pela AMB, pois embora a maioria dos médicos conheça os problemas que o tabaco traz à saúde, o que ocorre é uma frequente dependência da nicotina”, disse Antonio Pedro Mirra, coordenador da Comissão.

Os interessados em participar serão identificados em hospitais selecionados de determinadas áreas geográficas do país e responderão a um questionário. A partir daí, haverá acompanhamento adequado, com distribuição gratuita dos medicamentos necessários.

Já a segunda fase do programa será ampliado e contará com a participação dos médicos capacitados pelos cursos do Programa Nacional de Educação Continuada da AMB/CFM e das Federadas da AMB, como coordenadoras do programa nos seus respectivos Estados.

Hospitais participantes
Fortaleza: Hospital Messejana, Hospital Geral de Fortaleza, Hospital Geral Dr. César Cals, Hospital Regional da Unimed;

Brasília: Hospital Regional de Ceilândia, Hospital São Vicente de Paula, Hospital Regional de Paranoá, Hospital Regional de Planaltina, Hospital Universitário de Brasília;   

Rio de Janeiro: Hospital do INCA, Hospital Clementino Fraga Filho, Hospital Universitário Pedro Ernesto;

São Paulo: Hospital Albert Einstein, Hospital Sírio Libanês, Hospital das Clínicas FMUSP, INCOR, Instituto de Psiquiatria FMUSP; Hospital A.C. Camargo, Hospital das Clínicas UNESP (Botucatu);

Curitiba: Hospital das Clínicas da UFPR, Hospital XV, Hospital Universitário Cajuru, Hospital do Trabalhador, Hospital Ernesto Gaertner.

Fonte: AMB