Remédio para diabéticos causa 500 mortes na França

Ministro francês

 O governo francês pediu nesta terça-feira (16) explicações à autoridade encarregada do controle de medicamentos sobre um remédio chamado Mediator, prescrito para diabéticos com excesso de peso e que, em 33 anos à venda na França, causou a morte de 500 pessoas. O Mediator, que contém benfluorex, é fabricado pelo laboratório Servier e está presente em 140 países.

A composição do remédio se assemelha a outro produto do mesmo laboratório, o Isomeride, destinado a controlar o apetite e que foi retirado do mercado na França e nos Estados Unidos em 1997.

O laboratório denunciou ser vítima de “hipótese fundadas em extrapolações”.

A Agência Francesa de Segurança Sanitária afirma que as pessoas medicadas com o Mediator durante mais de três meses devem consultar o médico.

Segundo a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), o remédio não possui registro de venda no Brasil. O mesmo vale para o composto benfluorex, que não aparece nos cadastros da agência como integrante de medicamentos em circulação no país.