Parceria entre Beneficência Portuguesa e Onco-Vida

A Onco-Vida e o Hospital São José da Beneficência Portuguesa – um dos maiores complexos hospitalares privados da América Latina – firmaram uma parceria estratégica para troca de conhecimentos e atendimento de pacientes.

A diretora da Onco-Vida, Andrea Faria, explica que a parceria foi firmada visando oferecer aos pacientes o que há de mais moderno no tratamento oncológico. “Hoje a evolução do conhecimento impulsiona as parcerias cria um cenário favorável para a troca de informações e abre a possibilidade de uma maior integração entre os grandes centros de tratamento médico. Com a visão no futuro e focado no presente, a Onco-Vida está criando, junto com a Beneficência Portuguesa, um espaço de excelência para o atendimento dos pacientes oncológicos do DF”.

A ideia de fortalecer o relacionamento entre Onco-Vida e Beneficência Portuguesa é antiga e surgiu após vários estudos e discussões entre os dirigentes das duas instituições. Antonio Carlos Buzaid, chefe-geral do Centro Avançado de Oncologia Clinica do Hospital São José da Beneficência Portuguesa, afirma que tem certeza que a parceira que entra em operação em julho terá muito sucesso. “Duas instituições tão sólidas e de credibilidade, quanto a Onco-Vida e a Beneficência Portuguesa, farão um trabalho de destaque e de sucesso. As ações voltadas para o aprimoramento das técnicas médicas e atendimento humanizado renderam a Onco-Vida lugar de destaque no cenário da saúde do Distrito Federal. Estas mesmas ações possibilitaram que a Onco-Vida se igualasse em qualidade aos grandes centros de tratamento de câncer do mundo. Por isso estamos aqui e por isso a parceria será um sucesso.”

Para Fernando Maluf, chefe do Centro Avançado de Oncologia Clinica do Hospital São José da Beneficência Portuguesa, a admiração pelo trabalho exitoso realizado da Onco-Vida é antiga e foi determinante para a parceria. “Estamos muito contentes com o início do novo trabalho e é certeza que a população do Distrito Federal, que há 15 anos tem um atendimento de ponta, vai poder participar de um novo tempo no tratamento oncológico. Estamos aqui para congregar esforços e ajudar a melhorar a estrutura de atendimento oferecida na capital federal .”

Andrea Faria antecipa que o acordo operacional entre Onco-Vida e Beneficência Portuguesa também tem outras vertentes. “Queremos estabelecer o tripé assistência, pesquisa e ensino. Quando começarmos a ter um número alto de pacientes, tornam-se viáveis algumas pesquisas, e os pacientes poderão se beneficiar com estes novos parâmetros de tratamento.”