No Dia Mundial da Água (22/3) médico explica a importância do consumo do líquido para a saúde

Dia-Mundial-da-Água-2013-TeleListas

No geral, as mulheres bebem menos água que os homens, por isso, têm mais problemas de infecção urinária. Com o consumo correto, é possível viver mais e melhor

Por Paulo Lima

No sábado, 22 de março, é celebrado o Dia Mundial da Água. A data, estipulada pela Organização das Nações Unidas, tem como objetivo alertar a população sobre os problemas de poluição fluvial e conscientizar sobre o correto consumo para evitar desperdícios, bem como elaborar medidas práticas para garantir a água para todos. No que se refere à ingestão, ela é de grande importância para a saúde. É o que explica o urologista Francisco Diogo Mendes, do Centro Avançado em Urologia e Andrologia – Uromedical, em Brasília, que indica o consumo de dois litros por dia.

Segundo o médico, a quantidade de ingestão de água ao dia deve ser ainda maior para quem já teve problemas de cálculo renal – até três litros. Dr. Diogo Mendes também ensina avaliar a cor da urina, para que a pessoa não venha a passar por problemas de prisão de ventre, pele ressecada e má digestão dos alimentos. “A urina, em tom amarelada, sinaliza que o corpo precisa de mais água”, diz.

O especialista enfatiza que é necessário manter o hábito de urinar, que deve seguir os padrões da alimentação, ou seja, a cada três horas. No que se refere às pessoas que sentem sede com frequência, Dr. Diogo alerta: “Pode ser sinal de diabetes ou quadros infecciosos. Por outro lado, a água é sempre bem-vinda, exceto em casos extremos, com o consumo de mais de 5 litros ao dia. No geral, beber água auxilia o corpo todo, e em casos de virose respiratória, impede a concentração de secreções”.

Água para elas – Quem acha que os homens são mais descuidados que as mulheres na hora de beber água se engana. Segundo Dr. Diogo Mendes, a razão de as mulheres terem mais problemas de infecção urinária e cálculo renal está relacionada à questão cultural. “No geral, as mulheres evitam beber muita água para não ter que compartilhar banheiros públicos, com receio de má higienização. Mas esses s em beber água devem ser precisos, para evitar problemas de saúde mais tarde”, destaca.

f_144894

Mulheres devem beber água regularmente para evitar problemas de infecção de urina.

E se o recado é consumir com frequência, o médico chama atenção para as dietas da moda, que indicam beber apenas água, em vez de se alimentar de forma correta, uma vez que tudo deve ser balanceado. Para quem investe no consumo de água quente para garantir a silhueta, Dr. Diogo esclarece que esse é um hábito de países da Ásia Continental, mas não existem estudos comprobatórios da real ação da água quente para o emagrecimento.

beber-agua-saude