Pediatras desmistificam risco de mais de uma vacina no mesmo dia

Médico da Sociedade de Pediatria do RS garante que calendário de vacinação é seguro e aconselhável

0,,37045320,00Cumprindo o calendário de vacinação do Ministério da Saúde, os pais percebem que a criança recebe até três ou quatro picadas de vacinas em um dia, deixando apreensivos aqueles mais inexperientes. Porém, de acordo com o médico infectologista da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, Juarez Cunha, essa prática é segura e aconselhável.

– Muitos pais ficam nervosos ao verem seus filhos recebendo quatro vacinas em um dia. O medo é que eles apresentem alguma reação adversa. Entretanto, os pais podem ficar tranquilos. Se essas vacinas foram aplicadas no mesmo dia, ou com intervalos pequenos de tempo, é sinal de que estão liberadas para isso e muitos estudos já foram feitos, demonstrando que não há perigo – destaca Juarez Cunha.

O especialista ressalta que o calendário de vacinação brasileiro é um dos mais completos do mundo, pelo fato de praticamente todas as vacinas constarem gratuitamente na rede pública de saúde. A agenda de proteção é pensada de acordo com as características regionais. As mesmas vacinas podem constar no calendário do Brasil e não constarem em outros países.

Outra dúvida frequente dos pais é sobre a vacinação contra a HPV, que esteve em campanha no país em 2014. Segundo Juarez Cunha, muitas pessoas questionaram se essa vacina é confiável.

– Eu garanto que sim, é uma vacina confiável. É a mesma da rede privada. O esquema que o Ministério da Saúde criou foi adequado e essa forma de utilização mostrou ser eficaz e eficiente – completa.

Com a introdução da vacina contra o HPV no Brasil, pouco mais de 80% das adolescentes das Américas terão acesso à vacina que protege contra dois tipos do virus papilomavírus humano, causador de 70% dos casos de câncer de colo do útero, segunda causa de morte por câncer entre as mulheres da América Latina e do Caribe.

*Com informações da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul