8 de maio: Dia Nacional da Luta contra a Endometriose

endometrioseDores abdominais durante o período menstrual, dificuldade de engravidar e dor no fundo da vagina na relação sexual. Esses são alguns incômodos da endometriose, doença que, segundo a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), atinge de 10 a 15% das mulheres em idade reprodutiva. Para lembrar a necessidade de detecção precoce da doença, a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou no mês passado a criação de uma data Nacional da Luta contra a Endometriose, Dia 8 de maio.

Para o obstetra e diretor do Centro de Excelência em Endometriose, Frederico Corrêa, esta é uma oportunidade de promover ações para alertar as mulheres sobre o problema, que pode ser detectado através de um exame clínico, de toque vaginal, e é confirmado por meio do ultrassom transvaginal e, em casos específicos, a ressonância magnética da pelve. “A data vem para reforçar a necessidade da visita regular ao médico, especialmente àquelas mulheres que sentem dores frequentes e não sabem a causa dos maus sintomas”, afirma Dr. Frederico, que atua em Brasília.

O médico esclarece que não se trata apenas do desconforto. O processo inflamatório dificulta a concepção porque provoca aderência entre os órgãos da pelve, complicando a passagem do óvulo pelas trompas, além de promover a liberação de substâncias tóxicas que danificam os óvulos e os espermatozoides. Isso significa que a mulher com endometriose tem dificuldade em engravidar, pois pode haver alterações anatômicas que levam à infertilidade. “Por vezes, é necessário a fertilização in vitro”, completa Dr. Frederico.

Após o diagnóstico da doença, Dr. Frederico Corrêa explica que o tratamento é medicamentoso para minimizar os sintomas, mas a paciente deve submeter a intervenção cirúrgica, para conter a lesão. “A cirurgia é minimamente invasiva. É feita com a videolaparoscopia, mas o grau da intervenção cirúrgica vai depender do tamanho das lesões, por isso deve ser disseminada a detecção precoce da patologia”, diz o especialista.

O Dia Nacional da Luta contra a Endometriose está previsto no Projeto de Lei 6215/13, do deputado Roberto de Lucena (PV-SP). A matéria tramita em caráter conclusivo e ainda será examinada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. “O fato de ter selecionado um dia especifico para lembrar a endometriose é uma forma de levar o conhecimento da doença para toda a população, do leigo até os que trabalham na área da saúde, além da mídia. É uma doença muito mais comum do que se imagina, e é extremamente importante a aprovação da data”, finaliza Dra. Frederico Corrêa.

Fonte: site Endometriose Brasilia – Centro de Excelência em Endometriose