Aumento nos casos de câncer de boca

Os casos de câncer oral duplicaram no grupo de pessoas entre 30 e 44 anos em todo o mundo na década de 2001 a 2010, em comparação com a anterior, de 1991 a 2000. Entre os homens, o salto foi de 4 para 10 casos a cada 100 mil; entre as mulheres, de 2 para 5 casos.

Os especialistas notam uma mudança: se antes os tumores de boca e garganta afetavam homens mais velhos, tabagistas e consumidores de álcool, agora acometem significativamente jovens adultos que não necessariamente fumam ou bebem, mas que fazem sexo oral desprotegido. A prática favorece a instalação do HPV na cavidade oral. O vírus causa lesões que podem se tornar câncer.

Os dados são de um estudo da epidemiologista Maria Paula Curado, do A.C.Camargo Cancer Center, de São Paulo. A pesquisa será apresentada nesta semana na capital durante o Congresso Mundial da Academia Internacional de Câncer Oral. O encontro ocorre pela primeira vez na América Latina.