Dermatologista tira dúvidas sobre o vitiligo

vitiligo(1)Vitiligo é uma doença não-contagiosa em que ocorre a perda da pigmentação natural da pele, onde o organismo passa a não produzir melanina em determinadas regiões do corpo com redução no número ou função dos melanócitos (células produtoras de pigmento localizadas na epiderme). De acordo com a dermatologista Rosicler Rocha Aiza Alvarez, diretora da Clínica Aiza, são inúmeras as causas do problema. “Podem estar relacionadas ao estresse físico, emocional e ansiedade. A doença pode surgir em qualquer idade, sendo mais comum em duas faixas etárias: 10 a 15 anos e 20 a 40 anos”, explica.

A médica esclarece que a despigmentação ocorre geralmente em forma de manchas brancas (acromia) de diversos tamanhos e com destruição focal ou difusa. Pode ocorrer em qualquer segmento da pele, inclusive na retina (olhos). “Os locais mais comuns são a face, mãos e genitais. Os pêlos localizados nas manchas de vitiligo se tornam esbranquiçados. Essa região da pele fica bastante sensível ao sol, podendo ocorrer sérias queimaduras quando não usado o protetor solar, conferindo um risco para o desenvolvimento de câncer de pele”, alerta.

Dra. Rosicler Aiza esclarece que são vários os tipos de tratamento, que vão depender da clinica que o paciente apresenta. Por isso, a necessidade da avaliação médica.