Doação de óvulos

A doação de óvulo é um procedimento cada vez mais solicitado na Reprodução Humana, o qual é utilizado por mulheres que não produzem seus próprios óvulos ou portadoras de importantes doenças genéticas que seriam herdadas pelos seus filhos biológicos. Estas receptoras, que receberão óvulos de um banco de óvulos, terão os óvulos fertilizados por espermatozoides de seu próprio companheiro e os embriões formados transferidos para seu útero.

O banco de óvulos é formado por óvulos de mulheres jovens e saudáveis. A escolha dos óvulos é baseada nas características físicas da doadora e receptora.

O tratamento é realizado de forma ética e transparente, respeitando as exigências do Conselho Federal de Medicina (CFM) que proíbe a comercialização e garante o anonimato, tanto da doadora como da receptora, durante e após o tratamento.

De acordo com as normas atuais da última resolução do CFM no 2.121/2015 a idade máxima da mulher doadora deve ser de 35 anos; sem que haja idade máxima para a mulher receptora dos óvulos. Além disso a resolução determina que é permitida a doação voluntária e compartilhada dos óvulos, quando doadora e receptora estão em tratamento para engravidar. Nestes casos, a ajuda é mútua. A doadora doará uma parte dos seus óvulos para a receptora que à ajudará com os gastos do tratamento.

Fonte: FertilCare