medicamentos falsificados

Medicamento verdadeiro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou nesta segunda-feira (12) a campanha Medicamento Verdadeiro, com o objetivo de orientar o consumidor sobre os riscos dos remédios falsificados. “Quem compra falso arrisca a vida e perde dinheiro”, diz o jingle da campanha, que inclui um filmete para televisão, cartazes, filipetas, displays e ainda uma cartilha específica para policiais federais, civis e militares que atuam na repressão a esse crime.

O material ensina o consumidor a diferenciar os medicamentos e segundo o presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello, a falsificação é diferente das de um CD ou um tênis, pois “o dano pode ser a morte”. Escolas e instituições que desejarem receber cópias dos materiais da campanha devem entrar em contato pelo e-mail ascom@anvisa.gov.br.

Desde 2007, por meio de convênio com a Polícia Federal, a Anvisa intensificou a fiscalização em farmácias e drogarias. E informa que em 2008 foram aprendidas 40 toneladas de produtos irregulares, entre medicamentos falsificados, sem registro e contrabandeados. Já em 2009, com o aumento da repressão, o volume apreendido foi de 333 toneladas. O presidente da Anvisa lembrou que as penalidades são mais graves para os estabelecimentos comerciais que participam de algum programa governamental, como o Farmácia Popular. E alertou: “O Estado não vai financiar quem não cumpre com o dever e utiliza o estabelecimento para práticas ilícitas.”